Göttinger Predigten

deutsch English español
português dansk Schweiz

Startseite

Aktuelle Predigten

Archiv

Besondere Gelegenheiten

Suche

Links

Gästebuch

Konzeption

Unsere Autoren weltweit

Kontakt
ISSN 2195-3171





Göttinger Predigten im Internet hg. von U. Nembach

Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Sermon), 22.11.2007

Predigt zu Salmo 138:, verfasst von Nivaldo Schneider

Sejamos agradecidos a Deus

Você é uma pessoa agradecida?  Sim ou não?

Se alguém lhe perguntasse: Qual é o comportamento humano que mais dói no seu coração e também no coração de Deus, o que você responderia?  É possível que tivéssemos diferentes respostas, mas certamente uma delas seria a falta de agradecimento, a ingratidão.

Há pouco nós lemos o texto dos 10 leprosos que foram curados por Jesus.  Só um deles voltou para agradecer.  O texto que serve de base para esta mensagem também fala de alguém que agradeceu a Deus: O rei Davi.  Por isso, baseados no Salmo 138, queremos meditar sobre o tema: Sejamos agradecidos a Deus.

O Salmo 138 é uma oração de agradecimento proferida pelo rei Davi.  Nesta oração ele agradece a Deus pela sua misericórdia e também porque ele não abandona os que nele confiam.  Davi também agradece a Deus por seu amor e por sua fidelidade.  Ele afirma que quando clamou a Deus, Deus respondeu a sua oração e fortaleceu a sua fé.  Como Deus fez isso?  No versículo 2 está claro que foi pela sua palavra.

Davi sabia que Deus estava lá nas alturas, mas se interessava pelos humildes.  Quando ele esteve cercado de perigos, Deus era a sua segurança.  Ele o protegia dos seus inimigos e o salvava pelo seu poder.  Davi ainda confessa no texto que Deus cumpre tudo o que promete e que o seu amor dura para sempre.  Por tudo isso, neste culto especial de gratidão a Deus, nós queremos meditar sobre o tema: Sejamos agradecidos a Deus.

Será que somos agradecidos a Deus?  Em que situações demonstramos que não somos agradecidos? Quando não reconhecemos o amor e a fidelidade de Deus, revelados na sua palavra.  Aqui em nosso texto o salmista Davi se ajoelha diante de Deus, agradecido, porque Deus mostrou na sua palavra o quanto o amava e o quanto era fiel às suas promessas.

Será que como o rei Davi nós também agradecemos a Deus por ele revelar o seu amor e a sua fidelidade na sua palavra?  Você agradece a Deus pelo fato dele providenciar tantas oportunidades para você ler, meditar, ouvir e estudar a palavra de Deus em casa e aqui na igreja?  Você aproveita bem estas oportunidades?  Você o faz com qualidade?  Ou você não demonstra nenhum interesse quando ouve ou lê a palavra de Deus?

Nós não somos agradecidos a Deus quando não captamos as respostas de Deus às nossas orações.  Assim como Davi, nós também passamos por momentos difíceis na nossa vida e como ele nós também clamamos a Deus pedindo a sua ajuda.  Quantas vezes Deus disse sim aos nossos pedidos e nós nem lembramos de lhe dizer muito obrigado.  Quantas vezes nós agimos exatamente como aqueles nove leprosos que pediram a Jesus que os curasse e depois nem voltaram para agradecer.

Nós não somos agradecidos a Deus quando não falamos para as outras pessoas o que Deus tem feito na nossa vida.  Davi, em nosso texto, diz que quer testemunhar tudo o que Deus fez para ele.  E nós, será que nós falamos para as pessoas que convivem conosco as coisas maravilhosas que Deus fez e faz por nós?  Ou será que só nos lembramos de reclamar e murmurar quando as coisas não vão bem?

Quando nós temos este tipo de atitudes, estamos demonstrando que não somos agradecidos a Deus; ao contrário, estamos sendo ingratos e desobedientes à sua palavra, estamos manifestando a dureza de nosso coração pecaminoso e a nossa falta de confiança em Deus, estamos nos afastando dele e caminhando para a perdição eterna.

Deus não quer que sejamos ingratos e desobedientes.  Ele também não quer que sejamos condenados eternamente; ao contrário, ele quer a nossa salvação.  E foi por querer a nossa salvação que ele prometeu e enviou o seu filho Jesus Cristo ao mundo, ele que sofreu e morreu pregado numa cruz e ressuscitou ao terceiro dia para nos trazer para um novo relacionamento com ele, libertando-nos das trevas, da escravidão e da condenação eterna e nos conquistando perdão para todos os nossos pecados, também para aqueles pecados que cometemos quando somos ingratos e não agradecemos a Deus por toda a sua bondade para conosco.

Tudo isso Deus continua oferecendo a todas as pessoas pelo evangelho absolutamente de graça.  Ninguém compra estas maravilhosas bênçãos.  Também ninguém é capaz de merecê-las por virtudes pessoais, pela sua bondade, pelas suas obras.  Deus continua a oferecê-las no sacramento do santo batismo, na pregação da palavra e na santa ceia.  É por isso que Deus nos orienta e motiva para valorizarmos estes meios e tê-los em alta consideração, pois por eles ele nos chama a fé, orienta a nossa vida e fortalece a nossa fé para que lhe sejamos agradecidos.

Esse Deus que deseja que sejamos agradecidos, falou ao coração de Davi pela sua palavra e lhe demonstrou o seu amor, a sua fidelidade, o seu cuidado e proteção.  Em resposta a este amor Davi agradeceu a Deus de todo o coração.

Esse mesmo Deus fala ainda hoje comigo e com você na sua palavra e sacramentos, para que nós também possamos conhecê-lo e reconhecer o seu amor, a sua fidelidade, o seu cuidado e proteção e como Davi responder com agradecimento, com gratidão, não só em palavras, mas também com atitudes, com uma vida inteira de dedicação a ele.

Esse Deus que deseja que sejamos agradecidos, sempre ouve e responde as nossas orações.  O salmista Davi diz no versículo 6: "Deus está lá nas alturas, mas, mesmo assim, se interessa pelos humildes".  Foi confiando nesta verdade que Abraão, Davi, o apóstolo Paulo, Lutero e tantos outros oraram e pediram a ajuda de Deus.  Nós também queremos orar e pedir a ajuda de Deus, confiando nas suas promessas de socorro, de ajuda e proteção.  Também queremos agradecer a Deus por todas as coisas boas que ele fez e continua fazendo por nós.

Esse Deus, que deseja que sejamos agradecidos, nos motiva e capacita para falar das bênçãos que recebemos dele.  Em nosso texto, Davi disse que vai falar, testemunhar, agradecer e cantar louvores somente ao Deus verdadeiro.

Esse mesmo Deus que motivou Davi a testemunhar as bênçãos recebidas, também quer motivar cada um de nós a dar testemunho das bênçãos que recebemos dele, quer sejam bênçãos espirituais ou materiais.  E com esse nosso testemunhar, vamos proclamar o amor e a fidelidade de Deus para todos aqueles que convivem conosco.

Portanto, firmados e orientados pela palavra de Deus, motivados e animados pelas suas promessas, sejamos sempre agradecidos a Deus.  Que ele em sua graça nos ajude.  Amém.

 



Nivaldo Schneider
Vila Velha, ES ? Brasil
E-Mail: nivaldoschneider@yahoo.com.br

(zurück zum Seitenanfang)