Göttinger Predigten

deutsch English español
português dansk Schweiz

Startseite

Aktuelle Predigten

Archiv

Besondere Gelegenheiten

Suche

Links

Gästebuch

Konzeption

Unsere Autoren weltweit

Kontakt
ISSN 2195-3171





Göttinger Predigten im Internet hg. von U. Nembach

PARA O DIA DE NATAL , 25.12.2016

Predigt zu Isaías 9:2-7, verfasst von Dari Appelt

Graça e Paz a vocês que vieram celebrar o Natal em comunidade, louvar e agradecer a Deus por ele ter vindo ao encontro da humanidade. Amém.

Estimados irmãos e irmãs, cara comunidade!

Quem é que não gosta de receber presentes? No Natal presenteamos e somos presenteados. Quando ganhamos um presente, podemos ter atitudes diferentes: existem pessoas que rejeitam o presente que receberam; não gostam do que ganharam por uma ou outra razão ou até dizem que não precisavam; encontramos pessoas que fingem que gostam do presente, mas depois dão um jeito de livrar-se dele, jogando-o fora ou ainda dando-o adiante. Mas, encontramos também pessoas que se alegram com cada presente que recebem, por menor que seja. Pense um instante: o que você tem feito com os presentes de Deus na tua vida?

O culto de Natal é um dos momentos especiais na vida da igreja e da família cristã. Estranhamos sempre de novo o número de pessoas que busca por comunhão nesta ocasião! Mesmo que muitas famílias já viajaram para curtir férias na praia ou nas montanhas, há os que permanecem, devido ao trabalho ou falta de condições para sair de casa. Verdade é que as crianças e muitos adultos esperam com alegria por esse dia, por esta festa, mas qual é o motivo? O Advento nos ajudou nos preparativos, os símbolos estão bem visíveis, muitos, no entanto, não apontam para o menino de Belém e acabam desviando nossa atenção confundindo o personagem esperado e que ainda vem. Se a nossa alegria depender da troca de presentes e do que a festa comercial proporciona, vai ser breve e passageira. Mas, se estiver fundamentada no Emanuel, no nascimento do Salvador Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Príncipe da paz, então será permanente e a festa será significativa, haverá comunhão de fato. Jesus é o nosso maior presente e os que trocamos deveriam nos lembrar disso. Ele nos libertou das trevas e nos transportou para a luz, nos resgatou e restaurou a relação de amor com Deus. Assim como Paulo exorta Tito a anunciar em sua comunidade que quem vive a partir da graça salvadora de Deus em Jesus Cristo aprende a abandonar o pecado e esperar pela manifestação da glória de Deus, também nós somos convidados a dar testemunho da nossa fé e esperança e nos desvencilhar de tudo que possa nos confundir na missão que temos como comunidade cristã.

O agir de Deus e sua iniciativa de salvar seu povo é base para o nosso falar e agir. O que importa é a sua vontade revelada em Cristo. E ele não quer que ninguém viva nas trevas, alienado e iludido, excluído, triste e deprimido. Natal só é possível porque a glória de Deus resplandeceu nas trevas e nas maiores alturas, vencendo todo o poder do pecado e trazendo o seu Shalom aqui na terra aos que estavam na escuridão.

Isaías 9.2-7 é um dos textos proféticos mais usados em tempos de expectativa, de espera por mudanças. A promessa nele contida resgata a esperança. A chegada do Emanuel não só acalenta e aquieta corações aflitos, mas revela a vontade de Deus para dentro de uma realidade que precisa de ajustes, adequações e novas perspectivas. Por isso é uma palavra atual. O NT interpretou este texto relacionando-o a Jesus Cristo e ao Natal. Verdade é que o nascimento de Jesus trouxe uma grande mudança e ainda é motivo de alegria. Jesus Cristo é a Luz do mundo, que resplandece para dentro de todos os tipos de trevas; é o que liberta o ser humano de todos os poderes que escravizam e ameaçam a vida. Em Jesus Cristo, os nomes Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz adquirem pleno sentido.

O profeta Isaías teve um papel importante no seu tempo e ainda influencia hoje ao nos lembrar dos propósitos de Deus através  do   envio do Emanuel. Seja qual for o contexto político e social, sua mensagem continua atual, porque há trevas por toda a parte. O mundo precisa da salvação. É por causa disso que a mensagem do Natal se atualiza sempre de novo. A luz da salvação continua brilhando em nossos dias e resplandecendo em nossos corações. A palavra de Deus nos convida a andarmos na luz, a nos comportarmos como filhos e filhas da luz; a produzirmos frutos da luz – bondade, justiça e verdade – a denunciar tudo o que possa roubar a alegria do povo de Deus. Hoje é dia de festa para a cristandade, dia de alegria para quem reconhece o maravilhoso presente de Deus. Mas é também dia de ativar a nossa esperança, pois estamos, como igreja,  aguardando não mais a vinda do Menino-Messias, mas a volta do Rei dos reis e do Senhor dos senhores, que vem em grande glória para dissipar toda escuridão e reinar para sempre.

Precisamos considerar, diante de tudo isso, que a alegria do Natal não está fundamentada no comércio e nas luzes artificiais que enfeitam cidades, ruas e casas; é uma alegria diferente que brota da fé em Cristo e do reconhecimento da graça de Deus por ele revelada, a alegria da salvação. Se a imagem do presente permeia o período do Natal, convém nos lembrarmos mutuamente do grande e maravilhoso presente que Deus ofereceu ao mundo. Qual tem sido a nossa atitude para com o presente que Deus nos deu? Há quem rejeita Jesus (Jo 1.11). Em Belém não havia lugar para Jesus nascer (Lc 2.7). Há também aqueles que fingem que recebem Jesus (em palavra e sacramento) e acabam abandonando-o, esquecendo seus conselhos, dispensando o Senhor da sua vida.  Muitos se lembram dele somente quando os problemas surgem. Outros, no entanto, recebem-no com alegria (Jo 1.12). Deus investiu pesado na vida do ser humano, dando-lhe o presente mais valioso, para que pudesse viver em alegria, paz, justiça e salvação.

A pergunta é: o que vamos fazer com esta dádiva, de que forma vamos nos relacionar com ele?

O novo tema da nossa igreja (IECLB) para o ano 2017: “Alegres jubilai!” quer nos mobilizar para louvar a Deus; reconhecer seu amor revelado no menino de Belém e por meio de seus ensinamentos e doação na cruz. A companhia do Emanuel nos dá coragem para fazer acontecer o sonho revelado pelo profeta. Como comunidade cristã, ciente do amor de Deus, queremos estar nos esforçando para colocar sinais de paz e de graça neste mundo e para traduzir a mensagem do Natal para dentro dos nossos relacionamentos, promovendo alegria e mantendo a chama da esperança sempre acesa.

Que o Espírito Santo nos ajude e oriente nessa missão! Amém.



Pastor Dari Appelt
Timbó – SC (Brasil)
E-Mail: darijair@yahoo.com.br

(zurück zum Seitenanfang)